O sacerdócio posto em prática

4 de janeiro de 2022 às 8:27 AM

 

“Me senti em casa por poder celebrar minha primeira missa na mesma igreja que recebi minha primeira Comunhão e o Crisma”, diz padre Gabriel Oberle

 

 

A presença dos pais, parentes e amigos deram um clima muito familiar à primeira missa do neo sacerdote Gabriel Oberle, neste domingo (2), celebrada em sua paróquia de origem, a Cristo Redentor, no Jardim Piza, zona sul de Londrina. Participaram ainda os padres e seminaristas do Instituto Secular dos Padres de Schoenstatt do Brasil, que estão em Londrina desde o último dia 27 de dezembro, participando do encontro regional, o Capítulo, do instituto.

 

“Foi um momento lindo, com a presença de pessoas que até aqui fizeram parte da minha história de vida”, resume padre Gabriel, citando ainda a participação da catequista que o preparou para a primeira Eucaristia, Daissir Zentil Conceição.

 

Na homilia o padre Gustavo Hanna Crespo, reitor do Santuário Sião de Jaraguá, de São Paulo, como conta padre Gabriel, relacionou a um mosaico as etapas de seu caminho de vida e de sua preparação ao sacerdócio. Todas as pessoas que caminham ao seu lado foram comparadas por padre Gustavo como as pedrinhas utilizadas para compor uma grande imagem de Cristo. “Foi muito emocionante. Me senti em casa por poder celebrar a primeira missa no mesmo lugar onde recebi minha primeira Comunhão e o Crisma”, diz padre Gabriel.

 

A catequista Daissir também considerou a celebração como um dos momentos mais felizes de sua vida. O catequizando Gabriel, segundo ela, sempre foi uma pessoa muito especial, cativante, feliz. “Faço parte da sua história, mas o grande mérito de sua vocação deve-se à sua família, seus pais, que são também pessoas muito especiais”, resume ela destacando toda a emoção que sentiu.

 

Ao término da missa, a comunidade paroquial presenteou padre Gabriel com um avental que foi usado por ele, na sequência, para lavar os pés de seus pais. O ato foi um convite do pároco da Cristo Redentor, padre André Luís de Oliveira, como um sinal de que o sacerdócio significa serviço.

 

No próximo sábado (8), o neo sacerdote celebrará missa junto à família de Schoenstatt, no Santuário Tabor da Esmagadora da Serpente (Colégio Mãe de Deus), às 18 horas. “Espero que seja também um momento familiar, um momento de estar com Cristo e com Maria”, propõe ele.

 

Por – Célia Gerra

 

 

Compartilhe

© 2022 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite