Ano João Pozzobon é prorrogado até 2021

21 de agosto de 2020 às 5:03 PM

 

Confira o anúncio do Diretor Nacional do Movimento Apostólico de Schoenstatt

 

Juliana Dorigo- A Família de Schoenstatt se uniu em setembro de 2019 para dar início ao Ano João Pozzobon, a iniciativa visa celebrar os 70 anos da Campanha da Mãe Peregrina, com encerramento em setembro de 2020. O Pe. Vandemir Jozoé Meister, Diretor Nacional do Movimento Apostólico de Schoenstatt, prorrogou o Ano João Pozzobon até 10 setembro de 2021.

 

De acordo com ele, “no início deste ano de 2020, dando sequência ao ano João Pozzobon, fomos surpreendidos com a pandemia causada pelo coronavírus e desde então enfrentamos as consequências. Com as restrições impostas pela pandemia e a necessidade do isolamento social também foi, inevitavelmente, adiadas as atividades previstas no contexto da celebração deste jubileu da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt”

 

A iniciativa da prorrogação surgiu após uma pesquisa junto aos coordenadores da Campanha da Mãe Peregrina e consulta aos Assessores do Movimento. “O Ano João Pozzobon também é uma oferta e oportunidade para toda a Família de Schoenstatt e também à Igreja Diocesana no Brasil aprofundar o vínculo à pessoa e obra do Servo de Deus João Luiz Pozzobon, e em especial à grande Campanha da Mãe Peregrina.”

 

O lema: “Entendi a missão e por ela a minha entrega foi total” continuará ecoando em cada canto do Brasil, como incentivo e amor incondicional a missão de continuar levando a imagem da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt e seu filho Jesus aos lares das famílias.

 

O Pe. Vandemir explica: “A Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, desde seu início, é missionária, vive em permanente estado de missão, e em meio à crise gerada pela pandemia, acreditamos que ao levar a Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt e seu Filho Jesus aos lares de milhões de famílias damos-lhes força, fé e esperança para enfrentar esta realidade que assola nossa sociedade”

 

Ao final da carta, o Diretor Nacional ressalta a importância do legado de João Pozzobon. “Este legado que Deus oferece à Igreja através do Servo de Deus João Luiz Pozzobon queremos assumir e ser portadores para a fecundidade da Igreja onde a vivemos no dia a dia. Agradecemos pela história de 70 anos e nos comprometemos com o futuro vindouro, ‘somos suas mãos, seus pés e sua voz’”.

 

⇒Carta em PDF 

 

Fonte: maeperegrina.org.br

Compartilhe

© 2020 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite