Solenidade do Sagrado Coração de Jesus

10 de junho de 2020 às 2:11 PM

“A piedade popular valoriza muito os símbolos, e o Coração de Jesus é o símbolo por excelência da misericórdia de Deus; mas não é um símbolo imaginário, é um símbolo real, que representa o centro, a fonte da qual brotou a salvação para a humanidade inteira”. Papa Francisco

Mas um dos soldados abriu-lhe o lado com uma lança e, imediatamente, saíram sangue e água. (João 19, 33-34)

 

Iris Marcomini - A Festa do Sagrado Coração de Jesus é a solenidade que se comemora na segunda sexta-feira do mês de junho, logo após a solenidade de Corpus Christi.

 

Ao longo de dois mil anos a Igreja escreveu uma espiritualidade em torno do Sagrado Coração de Jesus que se tornou uma das devoções católicas mais difundidas e praticadas até hoje em todas as primeiras sextas-feiras de cada mês, sendo que na sua  solenidade também celebra-se o Dia Mundial de Oração pela Santificação dos Sacerdotes.

 

“Peçamos ao Senhor que nos dê sempre bons pastores: homens trabalhadores, de oração, próximos ao povo de Deus”. Papa Francisco

 

O Amor não correspondido

Santa Margarida Maria de Alacoque (1647-1690), da Ordem da Visitação, em Paray-le-Monial, França, foi quem recebeu as visões e revelações sobre esta devoção, entre os anos de 1673 e 1675, tornando-se sua maior divulgadora. Segundo ela, o Amor não correspondido pedia a reparação de todos os fiéis: 

 

"Eis este coração que tanto tem amado os homens. Não recebo da maior parte senão ingratidões, desprezos, ultrajes, sacrilégios, indiferenças… Eis que te peço que a primeira sexta-feira depois da oitava do Santíssimo Sacramento (Corpo de Deus) seja dedicada a uma festa especial para honrar o Meu coração, comungando neste dia e dando-lhe a devida reparação por meio de um ato de desagravo, para reparar as indignidades que recebeu durante o tempo em que esteve exposto sobre os altares. E prometo-te que o Meu Coração se dilatará para derramar com abundância as influências de Seu divino Amor sobre os que tributem esta divina honra e que procurem que ela lhe seja prestada."

 

Na primeira revelação, em 27 de dezembro de 1673, Jesus mostrou-lhe seu coração, as maravilhas de seu amor e os segredos conservados até aquela data. A imagem revelada mostrava o Coração de Cristo com uma chaga no lado, devido à lança do soldado romano, e cercado por uma coroa de espinhos que representa as feridas infligidas pelo pecado humano, sendo que o que mais perturba Jesus é que “são os corações a mim consagrados que fazem isto”.  No simbolismo da imagem vemos ainda uma cruz, que junto com os espinhos e a chama de fogo fazem referência ao imenso amor de Jesus pela humanidade expressos em sua Paixão. Esta figura estampa as capas de devocionários e medalhas do Sagrado Coração de Jesus até hoje.

 

As promessas

"Prometo-te, pela Minha excessiva misericórdia e pelo amor todo-poderoso do meu Coração, conceder a todos os que comungarem nas primeiras sextas-feiras de nove meses consecutivos, a graça da penitência final; não morrerão em minha inimizade, nem sem receberem os sacramentos, e Meu Divino Coração lhes será seguro refúgio nessa última hora". 

As outras promessas que Jesus fez nas revelações a Santa Margarida Maria Alacoque:

 

1 – Conceder-lhe-ei todas as graças necessárias ao seu estado.

2 – Porei a paz em suas famílias.

3 – Consolá-los-ei nas suas aflições.

4 – Serei seu refúgio na vida e especialmente na hora da morte.

5 – Derramarei copiosas bênçãos sobre suas empresas.

6 – Os pecadores encontrarão no meu Coração a fonte, oceano infinito de misericórdia.

7 – Os tíbios se tornarão fervorosos.

8 – Os fervorosos alcançarão rapidamente grande perfeição.

9 – Abençoarei os lugares onde estiver exposta e venerada a imagem do meu Coração.

10 – Darei aos sacerdotes a força de comover os corações mais endurecidos.

11 – O nome daqueles que propagarem esta devoção ficará escrito no meu Coração e de lá nunca será apagado.

O Sagrado Coração na Capela de São Miguel

 Em 1915, Pe. José Kentenich escreve em uma de suas correspondências que a imagem do Sagrado Coração de Jesus tinha sido entronizada no Santuário Original:

 

“Konder nos deu uma bela estátua do Sagrado Coração. Uma imagem bonita está sobre o pedestal e nós temos inscrito as palavras: Sagrado Coração de Jesus, abençoai e protegei seus amados congregados nas férias e nos campos de batalha no ano de 1914/15. Como filho de Maria, nosso Senhor é o primeiro e melhor soldado de nossa congregação. Além disso, cada sábado a Santa Missa será oferecida nas intenções dos nossos congregados e em todas as intenções que lhes são confiadas… Você se alegra com isso?”

 

Na crônica do seminário daquela época pode-se ler que a imagem do Sagrado Coração, citada pelo Pai e Fundador na carta mencionada acima, foi entronizada no canto esquerdo do Santuário, próximo ao altar, como um símbolo visível da devoção ao Sagrado Coração de Jesus:

 

“Em 10 de janeiro de 1915, nós nos consagramos ao Sagrado Coração, como estava sendo feito em todos os lugares. Em preparação, durante três noites, houve a bênção e uma palestra do Pe. Kentenich”

 

Texto e fotos: Iris Marcomini

 

Compartilhe

© 2020 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite