Abertura do Ano João Pozzobon em Londrina

1 de outubro de 2019 às 16:59

 

A Arquidiocese de Londrina abre o Ano João Pozzobon com a celebração da Aliança de Amor, Instituição e coroação de Santuário Lar. O evento aconteceu no domingo, 29 de setembro, e contou com a participação de mais de 350 pessoas, vindas das dioceses de Maringá, Campo Mourão e Londrina.

 

Os missionários e famílias da Campanha da Mãe Peregrina iniciam o ano jubilar inspirados na mesma força que moveu o servo de Deus João Luiz Pozzobon: a Aliança de Amor. Alguns viajam mais de 5 horas para chegar ao Santuário, onde são recebidos pelos coordenadores e missionários da arquidiocese de Londrina e podem contemplar a vida de João Pozzobon, exposta nos banners ao longo do espaço do Santuário.

 

O rito da Aliança de Amor e Instituição do Santuário-lar teve início às 13h com a assinatura do livro da Aliança. Em seguida os missionários e famílias vindos de Jussara/PR, Quarto Centenário/PR, Barbosa Ferraz/PR, Nova Esperança/PR, Maringá/PR, Ubiratã/PR, Campina da Lagoa/PR, Juranda/PR, Cambé/PR e Londrina/PR tiveram seu momento de oração, como cidade, junto ao trono de graças da Mãe Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, no Santuário.

 

Na Santa Missa, às 16h, o Pe. Emerson José Da Silva, SAC, declarou aberto o Ano João Pozzobon. Em sua homilia, o sacerdote explicou a importância deste ano para toda a Família de Schoenstatt e incentivou os missionários a seguir o exemplo missionário de João Pozzobon:

 

“Ele é o grande exemplo de Schoenstateano, pai de família, trabalhador reconhecido como José Engling do Brasil, desta forma é exemplo para toda a Família de Schoenstatt. Sua causa de beatificação encontra-se em fase adiantada e esperamos que muito em breve, como primeiro Schoenstateano brasileiro, seja elevado a hora dos altares, por isso é muito importante que neste ano jubilar toda a família de Schoenstatt, no Brasil, se ocupe com ele e sua beatificação. O lema deste ano “Entendi a missão e por ela minha entrega foi total” refletem o que João Pozzobon viveu e anunciou: o empenho em divulgar, expandir e levar às famílias a imagem da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt. Que o ardor missionário de João Pozzobon e seu testemunho de fidelidade a Aliança de Amos renovem em vocês o amor pela missão e que a seu exemplo possam continuar lançando as sementes nesta terra mariana”, disse Pe. Emerson.

 

 

 

Compartilhe

© 2019 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite