24 horas para o Senhor em Londrina/PR

8 de abril de 2019 às 13:06

 

Com carinho, muitos se aproximam do Senhor nessa Quaresma

 

Ir. M. Nelly Mendes – O Santuário de Schoenstatt de Londrina/PR dedicou ‘24 horas para o Senhor’ nesse dia 29 de março. Durante a jornada várias pessoas e grupos se revezavam e, em cada hora, havia uma intenção especial para ser rezada. Além da adoração eucarística, também se rezava o terço mariano e a novena pedindo a beatificação do Pe. José Kentenich.

 

A jornada iniciou às 9 horas, com a Santa Missa presidida pelo Pe. Rafael Solano Duran, pároco, e concelebrada pelo Pe. Dirceu Júnior dos Reis, vigário, ambos da Catedral do Sagrado Coração de Jesus. Em sua homilia, Pe. Rafael disse: “Nesse caminho quaresmal, em 2019, a liturgia vai preparando nosso coração para a grande e Santa Semana – a paixão, morte e ressurreição de Jesus – é a verdadeira realização da nossa fé”.

 

As ‘24 horas para o Senhor’ têm como tema, em 2019, a frase: “Nem eu te condeno!” (Jo 8, 11). Pe. Rafael fala sobre esse tema: “O que é dar indulto ao irmão? Eu também não te condeno! Como é difícil esse amor fraterno gratuito… mas o amor em Cristo nos ajuda: eu não te condeno”.

 

O pároco da Catedral também diz que, “aos pés deste Santuário, onde neste ano recordamos os 70 anos da entrega do Cetro e da Coroa (saiba mais), para nós é a garantia de que um filho de Maria jamais, jamais perecerá”. Com essa celebração, Pe. Rafael comemorava seus 23 anos de sacerdócio.

 

Após a Santa Missa, o sacerdote abriu o tabernáculo para a adoração. Em cada hora havia um peregrino rezando e adorando a Jesus eucarístico.

 

Às 18 horas foi celebrada uma Santa Missa, dedicada a Nossa Senhora Aparecida e pedindo incessantemente a paz para a pátria. A adoração prosseguiu até às 22 horas no Santuário, depois as pessoas continuaram rezando a partir de seus lares.

 

No dia 30 de março a adoração recomeçou no Santuário a partir das 8 horas, seguindo até às 18 horas e finalizando-se com a Santa Missa. Nesses dois dias foi oferecida a confissão sacramental, respondendo ao apelo do Papa Francisco, que pede a acolhida de todos e a abertura para o sacramento da Reconciliação. Dessa forma, muitas pessoas puderam encontrar-se com o abraço misericordioso do Pai. “A Quaresma vai nos purificando para descobrirmos a misericórdia, para descobrirmos a misericórdia do Senhor, sua ternura nos abraça por causa da nossa fragilidade que vamos perdendo todos os dias”, diz o Pe. Rafael Duran.

 

Mais fotos

 

24 Horas para o Senhor em Londrina

fonte: schoenstatt.org.br

Compartilhe

© 2019 Schoenstatt. Todos Direitos Reservados

Weblite